Notícias http://www.infraestrutura.mg.gov.br Mon, 23 Nov 2020 21:23:28 -0200 Joomla! - Open Source Content Management - Version 2.5.14 pt-br Contatos da Seinfra durante período de teletrabalho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2628-acesse-aqui-os-principais-contatos-da-seinfra-durante-periodo-de-teletrabalho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2628-acesse-aqui-os-principais-contatos-da-seinfra-durante-periodo-de-teletrabalho

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), em atenção às recomendações do Ministério da Saúde e Secretaria do Trabalho em relação ao Coronavírus (Covid-19) e, em obediência ao Decreto Estadual nº 47.886, de 15 de março de 2020, está trabalhando em Regime Especial de Teletrabalho. Listamos, abaixo, alguns dos serviços prestados pela Seinfra e respectivos contatos durante este período:

Solicitações de imprensa:
imprensa@infraestrutura.mg.gov.br

Doação de vigas metálicas, bueiros e mata-burros: 
marcos.marcio@infraestrutura.mg.gov.br

Dúvidas sobre Planilha Preço Seinfra: 
rogerio.valle@deer.mg.gov.br

Prestação de contas convênios de saída: 
dpc@infraestrutura.mg.gov.br 

Celebração de convênios de saída: 
rafael.morais@infraestrutura.mg.gov.br 

Dúvidas e solicitações referentes ao Táxi Especial Metropolitano: 
stm.contratos@infraestrutura.mg.gov.br 

Assuntos relacionados à ferrovias e ao Plano Estratégico Ferroviário: 
ferrovias@infraestrutura.mg.gov.br

Solicitações e dúvidas referentes às obras públicas: 
debora.carmo@infraestrutura.mg.gov.br 

Dúvidas e solicitações referente a Parcerias e Concessões: 
parcerias@infraestrutura.mg.gov.br 

Assuntos relacionados à logística de transportes: 
concessoes@infraestrutura.mg.gov.br

Relações intragovernamentais: 
marcela.jabor@infraestrutura.mg.gov.br 

Solicitações referentes ao Transporte Coletivo Intermunicipal e Metropolitano
site: www.deer.mg.gov.br/fale-conosco, e-mail: atendimento@der.mg.gov.br ou aplicativo MGApp / SEI-MG para empresas

]]>
Notícias Tue, 17 Nov 2020 05:04:54 -0200
DER-MG conclui troca de tabuleiro de ponte em Munhoz http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2767-der-mg-conclui-troca-de-tabuleiro-de-ponte-em-munhoz http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2767-der-mg-conclui-troca-de-tabuleiro-de-ponte-em-munhoz

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) concluiu, no início deste mês, a troca do tabuleiro da ponte em madeira, sobre o rio Correntes, que liga os perímetros urbanos dos municípios de Munhoz e Toledo, na Rodovia MG- 460, Sul do estado. As obras foram executadas por meio do programa de manutenção e conservação permanente do DER-MG.

O trecho é o principal acesso das cidades à rodovia Fernão Dias, por onde são escoados mais de 110 mil hectares de flores de corte, plantadas em estufa, e mais de 1 milhão de toneladas de brócolis ninja, produzidas em Munhoz, que é o maior produtor nacional dessa hortaliça.

De acordo com informações da Diretora de Turismo do município, Elisabeth Fontanella, a ponte foi construída em meados da década de 80 em estrutura adquirida do sistema ferroviário do Estado de Minas Gerais, por esse motivo, o formato e material remetem às linhas ferroviárias.

“Essa ponte é de extrema importância para o município de Munhoz, pois toda a produção agrícola do município é escoada para a Fernão Dias para abastecer os mercados de São Paulo e de Minas Gerais com o que produzimos”, destaca, Elizabeth.
“Atualmente o município tem se desenvolvido turisticamente e a ponte de ferro e madeira acabou se tornando um atrativo a mais para o visitante”, conclui.

Além da troca do tabuleiro, a ponte recebeu nova pintura executada pela prefeitura de Munhoz.

]]>
Notícias Mon, 23 Nov 2020 11:43:56 -0200
Nova parceria é firmada para implantação da metodologia BIM http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2766-nova-parceria-e-firmada-para-implantacao-da-metodologia-bim http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2766-nova-parceria-e-firmada-para-implantacao-da-metodologia-bim

Mais uma importante parceria para implantação da metodologia BIM (Building Information Modeling ou Modelagem de Informações da Construção) no Estado foi firmada entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra-MG), o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DER-MG) e a empresa Graphisoft Brasil Serviços de Tecnologia da Informação LTDA. Desta vez, um Termo de Comodato prevê a disponibilização de quatro licenças do software Archicad 24, com respectivo treinamento de utilização da ferramenta, e 20 horas de acompanhamento da implementação da metodologia, sem ônus e encargos para a Administração Pública.

O Archicad é um software para a elaboração de projetos e modelos arquitetônicos, permitindo visualização em 2D e 3D, extração automática de quantitativos, além de outras facilidades relacionadas à metodologia BIM.

Com este tipo de tecnologia, é possível criar digitalmente modelos virtuais precisos de uma construção/reforma, propiciando melhor análise e controle de suas fases, prazos e orçamento.

“Essa nova parceria vai permitir com que as equipes utilizem um dos melhores softwares para a metodologia BIM voltados para a arquitetura. Será um grande avanço na implantação da metodologia nos projetos e obras sob responsabilidade do Estado”, enfatiza a superintende de Obras Públicas da Seinfra-MG, Débora Dias do Carmo.

O que é BIM

A metodologia BIM reúne um conjunto de tecnologias e processos integrados que permite a criação, utilização e atualização de modelos digitais de um empreendimento, virtualmente colaborativo, durante todo o seu ciclo de vida.

Numa comparação simples, os profissionais que utilizam esta metodologia conseguem acompanhar todo o processo por meio virtual, inclusive com maquetes realistas, permitindo um gerenciamento mais preciso, o que contribui, por sua vez, para a melhoria técnica da qualidade de projetos e obras.

A iniciativa permitirá que o Governo de Minas Gerais, de maneira planejada, escalonada, responsável e estratégica, passe a exigir essa metodologia em seus futuros processos de contratação de projetos e obras públicas, com prazo para que a cadeia produtiva se adapte à nova tecnologia. A medida poderá representar economia significativa aos cofres públicos e maior efetividade e otimização no cumprimento de contratos.

]]>
Notícias Tue, 17 Nov 2020 11:48:33 -0200
Seinfra-MG e DER-MG apresentam painel sobre infraestrutura e mobilidade no Minascon http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2765-seinfra-mg-e-der-mg-apresentam-painel-sobre-infraestrutura-e-mobilidade-no-minascon http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2765-seinfra-mg-e-der-mg-apresentam-painel-sobre-infraestrutura-e-mobilidade-no-minascon

A secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra-MG) e o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) vão participar da 17ª edição do Minascon, evento da cadeia produtiva da construção de Minas Gerais, que este ano será realizado em formato totalmente virtual. No dia 19/11 (quinta-feira) será apresentando o painel: Panorama da Infraestrutura e Mobilidade no Governo de Minas Gerais.

A abertura contará com a participação do secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato. Em seguida, serão apresentados o Programa de Concessões de Minas Gerais, pela coordenadora Especial de Concessões e Parcerias, Vanice Cardoso Ferreira; as Concessões Rodoviárias em Minas Gerais - BR-135 e MG-050: desafios e oportunidades, pela subsecretária de Transportes e Mobilidade, Mônica Lanna; Carteira de Obras do DER-MG, pelo subsecretário de Obras e Infraestrutura, Breno Longobucco; e finalizando o painel BIM: Avanços no Estado, pelo coordenador de implantação do BIM na Seinfra-MG/DER-MG, Vitor Calixto Curi.

“Participar do Minascon é uma excelente oportunidade de divulgar as ações e projetos em andamento na Seinfra-MG e no DER-MG. É uma forma transparente de motivar o mercado com futuras propostas de investimentos em infraestrutura e mobilidade”, explica o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

O painel apresentado pela Seinfra-MG/DER-MG será no dia 19/11, de 14 às 15h, na sala virtual 2. As inscrições para participar do Minascon são gratuitas e podem ser realizadas pelo site do evento www.minascon.com.br.

Minascon

A 17ª edição do Minascon, maior evento da cadeia produtiva da construção de Minas Gerais, será realizado de 16 a 19 de novembro, em formato totalmente virtual, por meio do www.minascon.com.br. O evento, realizado pela parceria entre a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae-MG), vai fomentar negócios para o setor e levar ao empresariado mineiro e aos profissionais da área o que há de mais relevante no segmento e para o desenvolvimento da construção, como a importância da gestão, produtividade, inovação e tendências do mercado.

A programação conta com palestras ministradas por nomes relevantes do mercado nacional e internacional, além da participação de diversos órgãos, entidades e instituições profissionalizantes ligadas ao setor.

O evento contará, ainda, com Feira Virtual, com a participação de 30 expositores que apresentarão para o mercado seus produtos e serviços. Haverá ainda demonstrações (pitch) de 15 startups que estão trazendo soluções inovadoras para o setor da construção.

]]>
Notícias Mon, 16 Nov 2020 07:58:51 -0200
Seinfra publica terceira edição da Carta da Infraestrutura Mineira http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2764-seinfra-publica-terceira-edicao-da-carta-da-infraestrutura-mineira http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2764-seinfra-publica-terceira-edicao-da-carta-da-infraestrutura-mineira

A terceira edição da Carta da Infraestrutura Mineira acaba de ser lançada e traz, dentre várias novidades, um estudo recente desenvolvido na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que enfatiza a importância dos investimentos em infraestrutura para a retomada econômica com redução da pobreza e da desigualdade.

Falamos também sobre as propostas recentes da Seinfra-MG no âmbito do transporte coletivo intermunicipal e metropolitano de passageiros. Além disso, são exibidos dados recentes sobre o desempenho do segmento em Minas Gerais.

Nosso levantamento sobre a conjuntura do setor de construção no país demonstra continuidade da recuperação do nível de atividade e da melhora das expectivas, bem como elevação no nível de preços.

Na seção de PPPs e Concessões, mostramos as mais recentes atualizações sobre o Programa de Concessão de Parques Estaduais – PARC. Além disso, comentamos sobre o recém-lançado edital para contratação de serviços técnicos para auxiliar a estruturação da concessão de 4,2 mil quilômetros de rodovias federais.

Já no tópico sobre Regulação e Infraestrutura, noticiamos as iniciativas da secretaria para a instituição de uma agência reguladora para os serviços de transportes. Por fim, o documento traz atualizações sobre obras em andamento do Governo de Minas Gerais no âmbito do setor rodoviário.

Para acessar a íntegra da carta, clique aqui.

Para se cadastrar e receber as próximas edições por e-mail, clique aqui.

]]>
Notícias Fri, 13 Nov 2020 11:35:23 -0200
Rodovia MG-188, no Noroeste do estado, recebe obras de revitalização http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2763-rodovia-mg-188-no-noroeste-do-estado-recebe-obras-de-revitalizacao http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2763-rodovia-mg-188-no-noroeste-do-estado-recebe-obras-de-revitalizacao

A rodovia MG-188, no Noroeste de Minas, está passando por serviços de revitalização em diversos segmentos. Ao todo, são executados 40 km de nova de sinalização horizontal e instaladas mais de 200 placas de advertência, regulamentação e marcos quilométricos.

O trecho que passa por obras tem cerca de 140 km e liga os municípios de Paracatu, Guarda-Mor e Vazante, com início no entroncamento da BR-040, no município de Paracatu, sentido Chapadão.

As melhorias serão concluídas nesta semana e fazem parte do Programa de Recuperação e Manutenção Permanente do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG).

De acordo com a coordenadora regional do DER-MG, em Paracatu, Erica Francisca, a MG-188 é a principal via de ligação com outras regiões do estado e fundamental para escoamento da produção agrícola local.
 
Segundo ela, outras 250 placas serão implantadas nesta rodovia nas próximas semanas, no sentido Unaí.  Além disso, mais 40 km de sinalização horizontal serão executados a partir de março do próximo ano, com o fim do período chuvoso.

A coordenadora destaca que as ações de conservação e manutenção permanente das estradas ajudam a enfrentar com mais tranquilidade a chegada das chuvas.

“Nesta época, concentramos os serviços na limpeza de dispositivos de drenagem, recuperação de pontos críticos de segmentos pavimentados e não pavimentados, liberação das saídas d’água, roçadas, entre outras medidas”, conclui.
 
Obras em todo o Estado

Uma série de obras de manutenção e de conservação da infraestrutura rodoviária vêm sendo realizada pelo Governo de Minas, por meio do DER-MG. Mesmo com as restrições impostas pela Covid-19, somente entre março, no início da pandemia, e outubro deste ano, já foram investidos mais de R$ 100 milhões em intervenções nas rodovias de todas as regiões do estado.

As obras foram executadas pelas 40 unidades do DER-MG espalhadas pelo território mineiro e visam melhorar o escoamento da produção, auxiliar no transporte de insumos, proporcionar mais segurança e qualidade de vida para a população que transita por toda malha rodoviária e, consequentemente, contribuir para a economia e a geração de empregos.

]]>
Notícias Thu, 12 Nov 2020 09:18:40 -0200
Webinar debate Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) em Minas Gerais http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2762-webinar-debate-procedimento-de-manifestacao-de-interesse-pmi-em-minas-gerais http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2762-webinar-debate-procedimento-de-manifestacao-de-interesse-pmi-em-minas-gerais

A utilização do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) por órgãos e entidades da administração pública direta e indireta do Estado será debatida em um encontro virtual promovido pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra-MG), na próxima segunda-feira (16/11). No centro das discussões estará o Decreto 44.565/2007, que instituiu o PMI em Minas Gerais, e também casos brasileiros sobre o tema.

O encontro vai contar com a participação de profissionais do Direito com experiência sobre o assunto, tanto acadêmica quanto prática. A ideia é que as discussões sirvam de referência para um aperfeiçoamento do decreto atual.

“O Governo de Minas Gerais está propondo uma revisão da legislação atual e queremos que o processo seja o mais democrático possível, com a participação e opinião de profissionais e demais interessados pela temática, para que possamos alcançar a efetividade do PMI no Estado”, explica o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

As discussões contarão como apoio da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), por meio da Coordenadora do MBA em Infraestrutura, Concessões e PPPs, Luísa Monteiro de Castro. “Todas as reflexões e provocações sobre o tema, assim como a troca de conhecimento e experiência prática entre grandes profissionais do Direito, são fundamentais para fomentar o sucesso dos PMIs”, destaca.

O evento será aberto a todos os interessados e poderá ser acompanhado pelo canal do Youtube da Seinfra, a partir das 17h do dia 16/11.

Palestrantes

Participam como palestrantes o professor do Instituto de Ciências Humanas e Informação da FURG, José Vicente de Freitas; a sócia da ICO Consultoria e fundadora do INFRACAST, Isadora Cohen; o professor da FGV Direito SP, Carlos Ari Sundfeld; a professora da UFMG e vice-presidente do IBDA, Cristiana Fortini; e o professor adjunto de Direito Administrativo na UFRGS, Rafael Maffini.

PMI

O Decreto 44.565 de 03/07/2007 instituiu o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), que tem por objetivo orientar a participação de particulares na estruturação de projetos de parcerias público-privadas, nas modalidades patrocinada e administrativa, de concessão comum e de permissão no âmbito da administração pública direta e indireta do Poder Executivo.

Por intermédio do PMI poderão ser obtidos estudos de viabilidade, levantamentos, investigações, dados, informações técnicas, projetos ou pareceres, que podem ser utilizados, total ou parcialmente, na elaboração de editais, contratos e demais documentos.

]]>
Notícias Wed, 11 Nov 2020 06:08:27 -0200
Seinfra conclui mais uma rodada de sondagem de mercado para concessão do Rodoanel Metropolitano http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2761-seinfra-conclui-mais-uma-rodada-de-sondagem-de-mercado-para-concessao-do-rodoanel-metropolitano http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2761-seinfra-conclui-mais-uma-rodada-de-sondagem-de-mercado-para-concessao-do-rodoanel-metropolitano

Ouvir o mercado de concessões para avaliar a atratividade dos projetos é fundamental. Neste sentido, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais (Seinfra-MG), apoiada pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC) e seus parceiros, retomou a agenda de encontros virtuais com representantes de mais de 14 empresas com sede nos Emirados Árabes, Singapura, França, Espanha e Brasil. As reuniões aconteceram de 13 a 28 de outubro, e tiveram como foco a discussão do projeto de modelagem para a concessão do Rodoanel da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os principais objetivos dos encontros foram a apresentação da evolução dos estudos de modelagem, bem como discussão ações de mitigação para os temas sensíveis, dentre eles os riscos ambientais, sociais, de demanda e sistema de pedagiamento free-flow.

Ao longo das reuniões foram registradas contribuições de mais de 130 participantes. Dentre as propostas discutidas destacam-se a assunção, pelo Estado, da responsabilidade pela obtenção da Licença Prévia ambiental para o projeto, a criação de bandas de compartilhamento do risco de demanda e a estruturação de mecanismos contratuais aptos a mitigar evasões de pedágio.

O cronograma das entregas do projeto do Rodoanel Metropolitano segue conforme o previsto, com conclusão da modelagem até dezembro deste ano. Encontram-se em fase avançada os estudos de engenharia; operação e serviços ao usuário; econômico-financeiro e jurídico-regulatório.

Na continuidade das ações do projeto e com o intuito de despertar ainda mais interesse do mercado, uma nova rodada de roadshows será proposta ao fim da modelagem para apresentação dos resultados dos estudos. Cada interação com o mercado é de extrema importância para fortalecer estratégias adotadas, iniciativas em andamento e transparência de todo o processo.

Serão adotados os trâmites para instauração e condução do processo licitatório, incluindo a realização de consulta e audiência pública, oportunidade em que os interessados também poderão contribuir com o projeto. A publicação do edital está prevista para ocorrer no primeiro semestre de 2021.

Para acessar o material base apresentado durante as reuniões da 2ª Rodada de Market Sounding, clique aqui.

O projeto

O Rodoanel da Região Metropolitana de Belo Horizonte consiste no projeto do Governo de Minas Gerais destinado à implantação do novo contorno viário da RMBH (trechos Norte e Sul).

Em dezembro de 2019, a Vale S/A e o Movimento Brasil Competitivo (MBC) assinaram acordo para viabilizar a estruturação dos estudos de modelagem do novo Rodoanel da Região Metropolitana de Belo Horizonte sem custos para o Governo do Estado. Para tanto, a Vale doou os recursos financeiros ao MBC, que é responsável pela governança dos estudos. Ainda em 2019 foi celebrado Acordo de Cooperação Técnica entre o Estado de Minas Gerais, por meio da SEINFRA e o MBC, que tem por objetivo institucionalizar os esforços e atribuições de cada partícipe na estruturação dos estudos, com vistas a garantir que a modelagem final atenda ao interesse público e às diretrizes de Governo.

Há mais de duas décadas, o atual Anel Rodoviário de BH demonstra sinais de saturação e percebe-se a necessidade de investimento em melhorias na mobilidade desse trecho, uma vez que a região serve ao sistema logístico nacional, concentrando tráfego intenso de diversas regiões do país para o escoamento de produção agrícola, mineração, petrolífera, de bens de consumo, dentre outros.

Para mais informações sobre o projeto e envio de contribuições, contate rodoanelmetropolitano@infraestrutura.mg.gov.br.

]]>
Notícias Tue, 03 Nov 2020 16:01:36 -0200
Pedra fundamental de terminal rodoferroviário é lançada em Iturama, no Triângulo http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2760-pedra-fundamental-de-terminal-rodoferroviario-e-lancada-em-iturama-no-triangulo http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2760-pedra-fundamental-de-terminal-rodoferroviario-e-lancada-em-iturama-no-triangulo

O governador Romeu Zema participou, nesta quinta-feira (29/10), em Iturama, no Triângulo Mineiro, do lançamento da pedra fundamental do Terminal Rodoferroviário Comendador Rubens Montenegro Wanderley, na usina Coruripe, uma das maiores do estado no setor sucroenergético.

Com investimento direto da empresa, no valor de R$ 70 milhões, o projeto prevê a instalação de uma unidade de transbordo rodoferroviário interligada à empresa Rumo Malha Central (Ferrovia Norte-Sul). A unidade vai começar a operar em 2022 e terá capacidade de movimentação de cerca de 2 milhões de toneladas de açúcar VHP por ano para exportação via Porto de Santos, em São Paulo.

Durante o lançamento, o governador ressaltou a importância do investimento em infraestrutura e logística para a retomada econômica de Minas.

“Um dos problemas que temos hoje no Brasil é a questão da eficiência logística. Conseguimos produzir bons produtos, mas, muitas vezes, não conseguimos transportá-los. Para Minas Gerais, que está distante dos portos, uma obra como essa é mais importante ainda. Esse terminal vai solucionar o problema no setor do açúcar e com certeza vamos ter outros, futuramente, para grãos e outros produtos”, afirmou.

Zema também destacou o esforço do governo estadual para melhorar a malha viária mineira.

“O nosso orçamento, infelizmente, não possibilita grandes obras. Mas estamos investindo R$ 1 bilhão em projetos que estavam engavetados e já tinham recursos prontos para serem utilizados, vindos do governo federal e da iniciativa privada. Ano que vem, vamos começar a fazer concessões de trechos rodoviários, para que o setor privado, que tem recursos, participe dessa melhoria da malha viária do estado. Também temos contado com a ajuda de deputados estaduais e federais, por meio de emendas parlamentares”, explicou.

Desenvolvimento

O presidente da Usina Coruripe, Mário Luiz Lorencatto, destacou o impacto do terminal rodoferroviário para o desenvolvimento do setor e da região.

“Um dos grandes problemas para o desenvolvimento e alavancagem do sucroenergético aqui no Triângulo Mineiro é a infraestrutura. Esse evento não vai beneficiar apenas Minas, mas também Goiás e uma parte do Mato Grosso do Sul. Grandes coisas virão daqui e temos planos de expansão nas unidades do Triângulo, assim como outras companhias. E, como todos sabem, o sucroenergético traz emprego, renda e desenvolvimento”, afirmou.

A obra tem início previsto para janeiro de 2021 e a previsão de conclusão é o primeiro semestre de 2022. Quando estiver operacional, o terminal vai gerar cerca de 300 empregos diretos e indiretos em vagas nas áreas de operação de tombador, armazenagem e expedição. Para a construção, é estimada a geração de 150 empregos diretos.

O presidente da Rumo Logística, João Alberto Abreu, lembrou ainda que o empreendimento vai ajudar a aumentar a competitividade do setor e a sustentabilidade do agronegócio.

“Neste ano, serão 30 milhões de toneladas de açúcar exportadas no Brasil. Esse produto gera, em termos de divisa, R$ 50 bilhões por ano para o país. E esse tipo de negócio (a ferrovia) é absolutamente fundamental para continuar aumentando a competitividade. Também vale lembrar que quando uma tonelada de produto sai de trem em vez de caminhão a emissão de CO2 é reduzida em 85%”, disse.

Participaram do lançamento o secretário-geral, Mateus Simões; o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato; os deputados federais Zé Vitor, Zé Silva e Franco Cartafina; o deputado estadual Raúl Belém; e o acionista da Usina Coruripe, Tércio Wanderley Neto; entre outras autoridades.

Segurança

O governador também ressaltou a queda nos índices de criminalidade no Triângulo Mineiro. “Em 2019, já tínhamos batido o recorde. Em 2020, estamos indo além: tivemos uma queda de 35% nos crimes violentos nesta região e, especificamente em Iturama, de 42% nos roubos”, disse.

Zema lembrou que o bom resultado se deve ao trabalho integrado das polícias Militar e Civil. “Esse cenário proporciona mais qualidade de vida para a população, além de estimular a atração de investimentos”, destacou.

]]>
Notícias Tue, 03 Nov 2020 07:50:31 -0200
DER-MG restringe tráfego de veículos pesados de grande porte no feriado prolongado de Finados http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2759-der-mg-restringe-trafego-de-veiculos-pesados-de-grande-porte-no-feriado-prolongado-de-finados http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2759-der-mg-restringe-trafego-de-veiculos-pesados-de-grande-porte-no-feriado-prolongado-de-finados

O tráfego de veículos pesados, incluindo o transporte especial de cargas, será proibido durante o feriado prolongado de Finados. As restrições começam na sexta-feira (30/10) e vão até a segunda-feira (2/11). Os critérios foram definidos pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG). A medida foi pensada para prevenir acidentes nas rodovias estaduais, já que o período registra aumento significativo do fluxo de automóveis.

A Portaria nº 3846, publicada no dia 29/04/2020, aplica-se às Combinações de Veículos de Carga (CVC), Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas. Nessas categorias, enquadram-se os caminhões do tipo bitrem, tritem e rodotrem, entre outros. Também devem obedecer à determinação aqueles que possuem Autorização Especial de Trânsito (AET).

Neste feriado, o transporte especial de cargas está proibido na sexta-feira (30/10), das 16h às 22h; no sábado (31), entre 6h e 12h e na segunda-feira (02), das 16h às 22h. A restrição abrange as rodovias de pista simples.

Além da autuação, motoristas que trafegarem em horários inapropriados serão impedidos de seguir a viagem até que se encerre o horário de restrição.

Para mais informações sobre as restrições, basta acessar o link: https://bit.ly/37KZXmf

Além disso, para conscientizar os condutores e tornar o trânsito mais seguro, o DER-MG alerta que uns dos principais cuidados começa antes mesmo de sair de casa com a revisão completa do veículo. Outro ponto de atenção é a checagem das condições das estradas, que pode ser conferida por meio do endereço: www.der.mg.gov.br

]]>
Notícias Thu, 29 Oct 2020 14:00:45 -0200
Dois novos radares entram em operação nas rodovias estaduais http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2758-dois-novos-radares-entram-em-operacao-nas-rodovias-estaduais http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2758-dois-novos-radares-entram-em-operacao-nas-rodovias-estaduais

Dois novos radares operam em modo educativo até a próxima segunda-feira (02/11), nas rodovias sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). Eles estão instalados na LMG-806, km 6, em Ribeirão das Neves, na Grande BH e na MGC-120, km 388, em Ferros, região Central do estado.

Quando começarem a operar em modo definitivo, ou seja, gerando infrações de trânsito, no dia 03/11, os equipamentos vão autuar os veículos que excederem a velocidade máxima permitida que é de 40 km/h na LMG-806 e de 60 km/h na MGC-120.

Com os novos dispositivos, as rodovias mineiras sob responsabilidade do DER/MG passam a ser monitoradas por 466 radares fixos.

Segurança
O controle eletrônico de velocidade tem como principal objetivo garantir a segurança dos usuários que transitam pelas rodovias mineiras. Por isso, o DER/MG sempre orienta os motoristas a respeitarem os limites estabelecidos para cada trecho, independente da presença dos equipamentos.

O DER-MG disponibiliza a relação completa, incluindo a localização e a velocidade máxima permitida, de todos os radares fixos em operação no estado. A lista pode ser consultada no link: http://www.deer.mg.gov.br/transportes/localizacao-de-radares.

Rodovia

km

Município

Velocidade Regulamentada

Data de Início de Operação
(Modo Educativo)

Data de Início de Autuação

LMG-806

6,0

Ribeirão da Neves

40 km/h

27/10/20

03/11/20

MGC-120

388

Ferros

60 km/h

27/10/20

03/11/20

]]>
Notícias Tue, 27 Oct 2020 14:07:53 -0200
Seinfra vai simplificar normas de regulação do transporte coletivo intermunicipal e metropolitano http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2757-seinfra-vai-simplificar-normas-de-regulacao-do-transporte-coletivo-intermunicipal-e-metropolitano http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2757-seinfra-vai-simplificar-normas-de-regulacao-do-transporte-coletivo-intermunicipal-e-metropolitano

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) vai revisar e simplificar as normas que regulamentam o transporte rodoviário coletivo intermunicipal e metropolitano de passageiros. Para isso, um edital de Tomada de Subsídios acaba de ser publicado com o objetivo de coletar contribuições da sociedade.

Usuários do serviço, assim como entidades do setor produtivo, concessionários e a sociedade em geral podem contribuir com propostas escritas para que os 78 atos normativos que hoje orientam a regulação do transporte coletivo metropolitano e intermunicipal sejam revistos e consolidados.

A medida vai ao encontro da Política de Redução de Fardo Regulatório, implantada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em março deste ano.

O propósito é fortalecer uma regulação baseada em evidências e princípios como a racionalização de processos administrativos e a eliminação de formalidades desnecessárias ou desproporcionais.

Além disso, a mudança visa, também, a redução de custos relacionados ao atendimento dos requisitos impostos pela atuação regulatória e a adoção de tecnologias que fomentem a eficiência na administração pública.

“A publicação da Tomada de Subsídios é um passo importante para simplificarmos e atualizarmos os atos normativos que regulamentam o transporte intermunicipal e metropolitano. Ela vai ao encontro do Programa Minas Livre para Crescer, do Governo do Estado, e com a pauta de desburocratização. Além disso, ouvir a sociedade e os agentes econômicos envolvidos é fundamental para que a revisão dos atos normativos seja democrática, participativa e dialógica”, explica o Superintendente de Transporte Intermunicipal e Metropolitano, Gabriel Fajardo.

A Tomada de Subsídios estará aberta até o dia 27 de novembro. As consultas aos atos normativos vigentes bem como os registros das manifestações podem ser realizados por meio do site da Seinfra. Acesse o link.

]]>
Notícias Tue, 27 Oct 2020 09:00:16 -0200
Estudos do Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais são apresentados em 3º workshop sobre o tema http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2756-estudos-do-plano-estrategico-ferroviario-de-minas-gerais-sao-apresentados-em-3-workshop-sobre-o-tema http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2756-estudos-do-plano-estrategico-ferroviario-de-minas-gerais-sao-apresentados-em-3-workshop-sobre-o-tema

Na terceira edição do Workshop do Plano Estratégico Ferroviário (PEF) de Minas Gerais, realizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), na tarde dessa quinta-feira (22/10), mais de cem participantes acompanharam, por meio de videoconferência, as atualizações dos estudos que vão possibilitar a implantação e operação de uma nova estrutura ferroviária no Estado.

Elaborados pela Fundação Dom Cabral (FDC) e patrocinado pela Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), os estudos do PEF fazem parte de um amplo planejamento conduzido pela Seinfra, como enfatizou o secretário Fernando Marcato, durante a abertura dos trabalhos. “Um Estado sem planejamento é como uma árvore sem raiz. Na infraestrutura estamos focados em um tripé, que é a gestão, a regulação e acima de tudo o planejamento. Qualquer coisa que façamos ou que venhamos a fazer, passa necessariamente pelo planejamento”.

Com mais da metade do cronograma de trabalho cumprido dentro do prazo, as apresentações abordaram os avanços sobre as propostas de ferrovias para o transporte de cargas, bem como dos trens turísticos e trens regionais.

Assim como ocorreu nas edições anteriores, os trabalhos foram acompanhados por representantes da sociedade civil, do Poder Legislativo e de entidades ligadas ao setor.

Transporte de cargas

Nos estudos de transporte de cargas nas ferrovias propostas, a apresentação abordou a identificação e alocação da demanda, em distintos cenários e três horizontes temporais: 2025, 2030 e 2035.

Para cada trecho, uma ficha técnica trazendo, entre outros dados, o carregamento estimado, produção total na ferrovia e municípios percorridos, mostraram, detalhadamente, a estimativa de investimento para implantação de cada segmento e a projeção de carregamento estimado, por tipo de mercadoria, nos anos de referência.

Trens turísticos e regionais

As análises referentes aos trens turísticos desta vez trouxeram um estudo de mercado de 15 linhas em operação no Brasil, o que contribui para entender o cenário deste segmento e, também, para comparar esses ramais em operação, com os ramais estudados dentro do PEF. Além disso, foram detalhadas as estimativas de investimento para implantação e operação de cada trecho.

Novamente utilizando uma metodologia multicriteriosa, foram apresentados resultados de demanda e oferta, que apontou como destaque, entre outros, os trechos Cataguases – Além Paraíba/ Três Rios, Poços de Caldas – Águas da Prata e Lavras / Três Corações – Varginha.

Para os trens regionais também foram apresentados estudos de demanda e definição da oferta, incluindo um pré-dimensionamento, com o tempo de viagem, capacidade de atendimento e viagens por dia. Assim como nas análises dos trens turísticos, também foram elencadas as estimativas de investimento de implantação e operação para o segmento de trens regionais.

As três propostas em destaque foram os trechos Araguari –  Campos Altos, Belo Horizonte –  Janaúba e Belo Horizonte –  Conselheiro Lafaiete/ Mariana.

Simulador

Durante o encontro, a Fundação Dom Cabral trouxe uma novidade: em breve será disponibilizado o acesso a um programa de computador capaz de simular a viabilidade de implantação de trechos ferroviários. A ideia é que a ferramenta seja aberta, permitindo que os interessados pelo tema possam participar ativamente do processo.

“O Plano Estratégico Ferroviário, pelo lado da FDC, será um elemento vivo. Se alguém tiver alguma informação, essa pessoa terá a oportunidade de colocar esse dado em nosso simulador, que vai permitir que ela tenha resultados. Isso vai permitir que todos possamos reivindicar, de maneira transparente, o que a gente acha que é importante de trens para nossas regiões aqui em Minas Gerais”, explicou o professor Paulo Resende, diretor do Núcleo de Logística e Supplay Chain e Infraestrutura da FDC.

Etapas

Até o final deste ano, para quando está prevista a consolidação do PEF, outras reuniões serão realizadas. Ainda serão abordadas outras atividades que estão em andamento, tais como avaliação de alternativas e detalhamento e análise de pré-viabilidade.

Todos os documentos apresentados durante o workshop, bem como as perguntas enviadas pelos participantes, e que serão respondidas pela equipe técnica do PEF, estão disponibilizados no site da Seinfra. Clique aqui para acessar.

]]>
Notícias Fri, 23 Oct 2020 12:11:26 -0200
Seinfra lança segunda edição da Carta da Infraestrutura Mineira http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2755-seinfra-lanca-segunda-edicao-da-carta-da-infraestrutura-mineira http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2755-seinfra-lanca-segunda-edicao-da-carta-da-infraestrutura-mineira

A segunda edição da Carta da Infraestrutura Mineira está no ar. O material mais uma vez compila informações de grande relevância para o setor, como dados do Fundo Monetário Internacional (FMI), que enfatizam a importância dos investimentos em infraestrutura para a saída da crise econômica atual e destacam fatores que podem aperfeiçoar a aplicação dos recursos no setor.

O documento traz, também, detalhes do projeto de concessão do Rodoanel Metropolitano de Belo Horizonte e seu recém lançado data room. Além disso, o levantamento sobre a conjuntura do setor de construção no país demonstra recuperação do nível de atividade e melhora das expectativas, bem como elevação dos preços no setor.

Na seção de PPPs e Concessões, mostramos as mais recentes atualizações sobre a concessão do Ginásio Mineirinho. Além disso, comentamos sobre o lançamento de edital para estudos da concessão de 17 aeroportos, promovido pelo Governo Federal.

Na seção Regulação e Infraestrutura, noticiamos a aprovação pela Comissão de Infraestrutura do Senado Federal de nomes para as diretorias de agências reguladoras federais.

Por fim, ressaltamos ações recentes do Governo de Minas Gerais para a promoção do desenvolvimento econômico na região do Triângulo Mineiro por meio de obras rodoviárias.

Cadastro

A partir de agora, é possível também se cadastrar para receber o material por e-mail. Basta preencher esse formulário: https://bit.ly/2IRFjq4

Para acessar a segunda edição da carta, clique aqui.

]]>
Notícias Fri, 23 Oct 2020 08:35:31 -0200
Famílias desapropriadas há cerca de 10 anos, em Contagem, recebem novos apartamentos http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2754-familias-desapropriadas-ha-cerca-de-10-anos-em-contagem-recebem-apartamentos-entregues-por-romeu-zema http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2754-familias-desapropriadas-ha-cerca-de-10-anos-em-contagem-recebem-apartamentos-entregues-por-romeu-zema

O governador Romeu Zema assinou, nesta quinta-feira (22/10), ordem de serviço para a construção de 144 apartamentos e entregou 48 unidades habitacionais às famílias removidas de suas antigas casas no âmbito do Programa de Requalificação Urbana e Ambiental e de Controle de Cheias do Córrego Ferrugem, em Contagem, na Grande BH.

A entrega garantirá moradia digna e segurança jurídica para as famílias que foram removidas de suas casas há cerca de uma década, quando os governos federal e estadual assinaram contrato para as obras do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) Ferrugem, mas não o cumpriram.

À época, foi acordado entre a gestão estadual e federal a construção de bacias de contenção de cheias, remoção das famílias do local com construção de unidades habitacionais adequadas, além de urbanização e drenagem de vias. No entanto, grande parte das obras não foi realizada.

Sabendo da situação das famílias, ainda em 2019, primeiro ano da sua gestão, o governador Romeu Zema entregou 32 unidades habitacionais. Outras 48 unidades já tiveram as obras retomadas em 2020. Neste mês de outubro foram concluídos outros 48 apartamentos e 144 serão retomados com a ordem de serviço assinada pelo governador.

Cada apartamento conta com dois ou três quartos, de acordo com o perfil e tamanho das famílias. As unidades habitacionais são divididas em blocos.

Desde a desapropriação, o Governo do Estado faz o pagamento de Bolsa Moradia às famílias removidas no valor de R$ 500 até que sejam finalizadas as unidades habitacionais. Este valor é definido pela legislação municipal. Já foram gastos aproximadamente R$ 30 milhões com esse benefício.

Investimento

Os recursos para a construção do empreendimento são dos governos estadual e federal, e somam R$ 47 milhões. Cada apartamento tem um custo médio aproximado de R$ 110 mil.

O Córrego Ferrugem é um dos afluentes do Arrudas. Com 2,7 km de extensão, é formado pelo encontro dos córregos Água Branca e Riacho. A construção das três bacias permitiria amortecer o volume de água que chega na Tereza Cristina.

As obras no entorno do Córrego Ferrugem têm como objetivo evitar os estragos causados pela chuva na avenida Tereza Cristina, em decorrência do transbordamento dos córregos Ferrugem e Riacho das Pedras.

Em fevereiro, o governador Romeu Zema anunciou a retomada das obras da chamada Bacia B2, do PAC Riacho das Pedras, um dos afluentes do Córrego Ferrugem. No local serão construídas duas bacias de detenção de cheias. Sobre as obras do PAC Ferrugem, o governo estadual busca recursos para execução, uma vez que o contrato assinado com o governo federal foi cancelado em 2018, na gestão anterior a do governador Romeu Zema, por falta de execução do contrato.

]]>
Notícias Fri, 23 Oct 2020 07:24:20 -0200
Seinfra e DER-MG avançam na implantação da metodologia BIM em obras públicas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2753-seinfra-e-der-avancam-na-implantacao-da-metodologia-bim-em-obras-publicas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2753-seinfra-e-der-avancam-na-implantacao-da-metodologia-bim-em-obras-publicas

A metodologia BIM (Building Information Modeling ou Modelagem de Informações da Construção), que vai proporcionar melhorias na gestão de projetos e obras públicas em Minas, já é uma realidade. Um exemplo é a parceria firmada entre a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Seinfra), o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e a Strata Engenharia Ltda.

O projeto, que não acarretará em ônus e ou encargos para a administração pública, vai permitir o serviço de perfilamento a laser e processamento de dados de um trecho de até 50 km de rodovias sob jurisdição do DER-MG.

De acordo com o Engenheiro Vitor Calixto Curi, coordenador do BIM, esse é mais um avanço na consolidação do órgão, com o crescente empenho em adotar tecnologia de ponta e a melhoria em qualidade dos serviços tendo em vista o padrão de excelência.

“A Seinfra e o DER-MG vêm trabalhando para a implantação do BIM desde o início de 2019. Avançamos muito durante a pandemia com a realização de inúmeros procedimentos em trabalho remoto. Agora, o objetivo é fazer com que o sistema de transporte e obras seja um referência também na tecnologia BIM. E estamos traçando esse caminho”, destacou.

Ferramenta
O trabalho na rodovia começa a ser desenvolvido com um scanner a laser, acoplado a um veículo, que durante o deslocamento opera na velocidade do tráfego. O procedimento é realizado sem a necessidade de interrupções da via, garantindo agilidade e mais precisão das informações que serão utilizadas para o desenvolvimento das obras.

Outra ferramenta BIM já utilizada pelo DER-MG é um scanner ideal para edificações e ambientes com pouco tráfego de pessoas e veículos. Trata-se de um leitor estático, que captura imagens por varredura em ciclos de até cinco minutos e vem sendo aplicado no levantamento de dados para aperfeiçoar os projetos e a execução de obras como pontes, hospitais e escolas.

Nesse processo, as imagens e os dados capturados são armazenados em uma Cloud Computing (nuvem virtual), para ficarem disponíveis às equipes que os utilizarão para fins específicos, como análises construtivas das edificações, acompanhamento de execução de obras, controle de ativos e modelagem paramétrica das disciplinas de engenharia com softwares BIM.

Conhecimento compartilhado
O grupo de trabalho responsável pela implantação da modelagem BIM na Seinfra e DER-MG tem desenvolvido várias ações. No final do mês de setembro, durante o 3º Seminário Mineiro BIM, foi feita uma apresentação de como a metodologia vem sendo implantada e utilizada no desenvolvimento e gestão das obras públicas estaduais.

De acordo com Curi, a equipe de trabalho do Governo de Minas estuda a elaboração de um decreto que irá regulamentar a adoção da metodologia, nos moldes da versão Federal.

O que é BIM
Conhecida como Building Information Modeling, o BIM é uma metodologia aplicada ao processo de concepção de anteprojetos, construção virtual e simulação de construção, cronograma, orçamento, elaboração de projetos básico e executivo, além de documentação para a contratação e execução de uma obra. Permite, também, fazer o acompanhamento da construção, o histórico de adequações e o gerenciamento de ativos.

Na prática, o modelo possibilita a incorporação de todos os projetos necessários a uma mesma obra para a identificação de eventuais inconsistências. Dessa forma, é possível fazer todas as correções necessárias até antes do início da obra física, o que resulta em ganhos financeiros, mais qualidade e maior precisão no cumprimento do cronograma.

]]>
Notícias Tue, 20 Oct 2020 10:40:23 -0200
BR-135 ganha reforço de cinco novos radares http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2752-br-135-ganha-reforco-de-cinco-novos-radares http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2752-br-135-ganha-reforco-de-cinco-novos-radares

A BR- 135, no Norte do estado, ganhou 5 novos radares fixos com o objetivo de controlar os limites de velocidade e minimizar os riscos de acidentes de trânsito. Eles começam a operar em modo educativo na próxima terça-feira (20/10) e no dia 27/10 passam a gerar multas.

Os equipamentos estão instalados nos quilômetros 368,1, 368,65 e 369,25, no município de Montes Claros; no km 513 em Buenópolis, e no km 595, em Corinto. As velocidades permitidas variam de 60 a 100 km, dependendo do trecho e do tipo de veículo, conforme tabela abaixo.

Independentemente da presença dos radares, o DER-MG alerta que a segurança nos deslocamentos rodoviários pode ser alcançada com o respeito aos limites de velocidade, à sinalização e às leis de trânsito.

Agora, as rodovias mineiras contam com 464 radares em operação sob responsabilidade do DER-MG.
A localização de cada um dos radares fixos que já estão em operação nas rodovias estaduais pode ser consultada no site do DEER/MG (www.deer.mg.gov.br/transportes/localizacao-de-radares).

Rodovia

km

Município

Velocidade Regulamentada

Data de Início de Operação
(Modo Educativo)

Data de Início de Autuação

BR135

368,1

Montes Claros

60 km/h

20/10/20

27/10/20

BR135

368,65

Montes Claros

60 km/h

20/10/20

27/10/20

BR135

369,25

Montes Claros

60 km/h

20/10/20

27/10/20

BR135

513,0

Buenópolis

100 km/h (veículos leves)
80 km/h (veículos pesados)

20/10/20

27/10/20

BR135

595,0

Corinto

100 km/h (Veículos leves)
80 km/h

(Veículos pesados)

20/10/20

27/10/20

]]>
Notícias Mon, 19 Oct 2020 07:50:09 -0200
Seinfra participa de audiência pública sobre reacomodação de federações que ocupam salas no Mineirinho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2751-seinfra-participa-de-audiencia-publica-sobre-reacomodacao-de-federacoes-que-ocupam-salas-no-mineirinho http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2751-seinfra-participa-de-audiencia-publica-sobre-reacomodacao-de-federacoes-que-ocupam-salas-no-mineirinho

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) participou, em conjunto com a Subsecretaria de Esportes, de audiência pública convocada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais para debater o processo de reacomodação das federações que hoje ocupam salas do Estádio Jornalista Felipe Drummond, o Mineirinho. A reunião aconteceu na manhã da última quarta-feira (14/10).

A mudança é necessária uma vez que o estádio precisa passar por reformas estruturais urgentes. A Seinfra tem buscado maneiras de viabilizar as obras e não descarta uma parceria com a iniciativa privada, em modelo que está sendo estudado. Contudo, cabe ressaltar que a privatização do imóvel não é objetivo do Governo e que a sua propriedade permanecerá com o Estado de Minas Gerais.

O prazo estabelecido para a realocação das federações que atualmente ocupam o Mineirinho é 31 de junho de 2021, conforme a Resolução Conjunta Sedese/Seinfra nº 06/2020 de 12 de maio de 2020.

A data foi informada às federações com a devida antecedência, em reunião inicial realizada no último dia 23 de junho, de modo a permitir que as mesmas tivessem tempo hábil para se organizar. Na mesma oportunidade, a Seinfra e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) se colocaram à disposição para apoiar a realocação desses grupos.
 
O objetivo é que todos sejam realocadas em imóveis que atendam suas respectivas necessidades administrativas e a prática de esportes, sendo que estão sendo avaliados outros espaços pertencentes ao Estado. O Mineirinho permanecerá à disposição para realização de eventos esportivos.
 
No total, 16 entidades esportivas ocupam o Mineirinho atualmente: Federação Mineira de Jiu-Jitsu, Federação Mineira de Judô, Federação Mineira de Tiro Esportivo, Federação Mineira de Arco e Flecha, Federação Mineira de Vôlei, Federação Mineira de Futebol de Mesa, Federação Mineira de Escolas de Futebol, Federação Mineira de Sorvebol, Federação Aquática Mineira, Federação Mineira de Ginástica Artística, Federação Mineira de Canoagem, Sindicato dos Árbitros de Minas Gerais, Federação Mineira de Futebol 7, Federação Mineira de Boxe, Clube Paladino do Espaço, Federação Mineira de Bodybuilding.
 
Em razão dos efeitos da pandemia, a Feira de Artesanato está com seu contrato de permissão de uso suspenso até a autorização do Poder Público para o seu retorno. O contrato tem duração de 1 ano e não tem sua renovação garantida, podendo igualmente ser alocado em outro local e ter seu retorno debatido após a revitalização do espaço.

]]>
Notícias Fri, 16 Oct 2020 14:57:03 -0300
Retomada gradual do trabalho presencial será iniciada na Cidade Administrativa http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2750-retomada-gradual-do-trabalho-presencial-sera-iniciada-na-cidade-administrativa http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2750-retomada-gradual-do-trabalho-presencial-sera-iniciada-na-cidade-administrativa

A região Central do estado, onde está localizada a Cidade Administrativa, entra, a partir deste sábado (17/10), na Onda Verdade do Minas Consciente. Fica permitida, a partir de então, a retomada do trabalho presencial no local, respeitando as diretrizes estabelecidas no programa, de forma garantir que as atividades sejam reiniciadas com segurança, garantindo a prevenção contra o novo coronavírus.

O retorno gradual à Cidade Administrativa será permitido obedecendo a uma ocupação máxima de 20% da capacidade dos espaços físicos destinados a escritórios. Ainda assim, cada chefia irá contactar sua equipe e definir como a volta ao trabalho irá acontecer, considerando as especificidades de cada caso e as prioridades do setor.

No ambiente presencial, a distribuição dos servidores seguirá o layout estabelecido pela Coordenadoria Especial da Cidade Administrativa (Cecad) e pelo Centro de Operações Emergenciais (COES Minas Covid-19). O documento prevê que devem permanecer vazias as estações de trabalho localizadas ao lado e à frente das que estiverem ocupadas.

O uso de máscaras continua sendo obrigatório em todos os espaços durante o período de permanência na Cidade Administrativa, bem como a distância de segurança de dois metros de outras pessoas.

Além disso, prevalece a indicação da capacidade máxima de todos os locais de uso comum, como banheiros, copas, refeitórios e restaurantes. Os cuidados referentes à higienização das mãos, objetos e superfícies de uso comum, continuam em vigor.

A permanência no regime especial de teletrabalho é prioridade para servidores que possuam idade igual ou superior a 60 anos; sejam portadores de condições clínicas de risco para desenvolvimento de complicações pela Covid-19; gestantes ou lactantes; que possuam filhos ou dependentes em idade escolar ou morem com pessoas do grupo de risco.

]]>
Notícias Fri, 16 Oct 2020 12:36:56 -0300
Duplicação de trecho da MG-050 é concluída em Passos, no Sul de Minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2749-duplicacao-de-trecho-da-mg-050-e-concluida-em-passos-no-sul-de-minas http://www.infraestrutura.mg.gov.br/component/gmg/stories/2749-duplicacao-de-trecho-da-mg-050-e-concluida-em-passos-no-sul-de-minas

A duplicação da MG-050, no Perímetro Urbano de Passos, no Sul de Minas, foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (15/10). A obra, que vai do km 355,5 ao km 360,7, recebeu investimento de R$ 42 milhões e deve contribuir para atração de novas empresas e o desenvolvimento econômico da região.

A ampliação da interseção do acesso ao Distrito Industrial, a implantação de faixa adicional sentido Belo Horizonte e dispositivo de acesso e retorno da MG-050 com a avenida Arlindo Figueiredo, também compõem as melhorias do trecho e trarão mais segurança e conforto aos usuários da rodovia.

Os recursos são oriundos de receitas de pedágio e contraprestação pecuniária, ou seja, pagamento mensal feito pelo Estado para garantir a continuidade e qualidade dos serviços da concessionária responsável pela rodovia.

O evento de inauguração contou com a presença do governador Romeu Zema, do secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, do diretor-geral do DER-MG, Fabrício Sampaio, além de autoridades locais.

"Somente com essa inauguração de cinco quilômetros, temos uma redução de R$ 2 milhões nos gastos com saúde no município e, além de tudo, mais indução ao desenvolvimento da região", ressaltou o secretário Fernando Marcato.

A obra atende a uma antiga demanda da população local, que pedia melhorias no acesso a Passos. Com a conclusão, haverá redução da ocorrência de acidentes, em decorrência do melhor escoamento de veículos, além de acesso facilitado ao Distrito Industrial, aeroporto e município de Fortaleza de Minas.

Concessão

A concessão da MG-050 faz parte do programa de concessões rodoviárias de Minas Gerais, que atualmente também conta com a BR-135, com total de 364 km concedidos. Nos próximos seis meses, as duas rodovias contarão com investimento de R$ 300 milhões. Além disso, em 2021, o estado prevê a concessão de mais 1.500 km de rodovias.

]]>
Notícias Thu, 15 Oct 2020 10:50:02 -0300